O certificado energético de uma habitação não deve ser apenas visto como uma obrigatoriedade em processos de comercialização, mas também como um investimento na deteção de problemas e possíveis melhorias, na redução de custos e na preservação ambiental.

A preocupação com a eficiência energética é desde logo assumida antes da construção de novos edifícios, aquando do desenvolvimento dos projetos, mas a crescente aposta em reabilitações tem vindo também a evidenciar cada vez mais a necessidade de certificação energética.

Num artigo publicado pelo Jornal de Negócios, é salientada a importância da certificação energética de grandes edifícios de serviços, cujas poupanças anuais com o consumo de energia poderão rondar os 30%. Mas este interesse não faz só parte da gestão de responsáveis empresariais ou institucionais, pois o “tema da eficiência energética está na ordem do dia e os portugueses estão cada vez mais sensíveis a esta vertente sustentável da poupança”. http://www.jornaldenegocios.pt/negocios-em-rede/dia-nacional-da-energia-2017/detalhe/certificacao-energetica-uma-nova-forma-de-poupar

Neste âmbito, a SmartPlace apoia os seus clientes a obterem os certificados energéticos dos imóveis de que são proprietários, bem como no planeamento de novas edificações ou reabilitações, com o objetivo de tornar as habitações mais confortáveis, eficientes e económicas.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será público.