Um grupo de trabalho criado pelo Governo é responsável pelo levantamento de todo o património público disponível e pela definição de um programa de ação que explicite medidas para a dinamização e aproveitamento do imobiliário público.

Nesse grupo, em funções até julho de 2017, estão representadas as várias secretarias de Estado, a Associação Nacional de Municípios, a Autoridade Tributária e Aduaneira, além de outros organismos.

Segundo o despacho da presidência do Conselho de Ministros publicado em Diário da República de 17 de outubro do ano passado, a Bolsa de Imobiliário Público identificará imóveis que podem vir a integrar o Fundo Nacional para a Reabilitação do Edificado (FNRE).

A participação no FNRE será aberta a entidades públicas e privadas, através de entradas de capital ou de imóveis para reabilitação, que passarão a ser propriedade do Fundo.

Todos os imóveis públicos disponíveis serão publicitados num portal próprio a criar pelo Governo, de modo a «centralizar e apresentar informação sobre os imóveis do Estado disponíveis para a instalação de serviços públicos (área disponível à administração pública) e para rentabilização (área disponível aos cidadãos e às empresas)». https://www.publico.pt/economia/noticia/governo-vai-criar-portal-do-imobiliario-publico-1747721

A SmartPlace acredita que os investimentos na aquisição e reabilitação de imóveis privados em estado de abandono e degradação vai continuar a tendência de crescimento dos tempos mais recentes. Graças a investidores portugueses e de outros países, haverá cada vez mais edifícios recuperados e serão menos os proprietários a precisarem de recorrer ao FNE.

Os custos com a compra de imóveis, bons projetos e intervenções adequadas são largamente compensados pelo rendimento que a posterior colocação no mercado de arrendamento ou venda vem a proporcionar. Mas, quando responsável, a reabilitação urbana valoriza sobretudo as cidades e gratifica os que nelas habitam e quem as visita.

Com a SmartPlace, investir na compra e reabilitação de imóveis é muito mais fácil. A formação superior ligada ao ramo imobiliário e as parcerias estratégicas com profissionais amplamente reconhecidos e agentes locais/regionais estratégicos possibilitam uma oferta global e única de serviços.

À SmartPlace, os investidores e proprietários podem confiar desde a identificação das melhores oportunidades de investimento, a mediação e o acompanhamento do negócio e processos, a definição dos melhores projetos de reabilitação e gestão das obras, até à melhor rentabilização dos imóveis reabilitados.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será público.